31 janeiro 2008


“Domingo saí de casa, no Campeche, e fui até o Rio Tavares pela Lagoinha. De repente a surpresa: desmatamento da parte superior da metade, que resta, do morro da Pedrita.

Da Lagoinha já dá pra ver o avanço da Pedrita sobre o morro. Mando as fotos para que vejam o impacto visual que já está causando a “limpeza” da área e a tirada da cobertura vegetal.

Nesses tempos de arroubos preservacionistas do nosso prefeito, seria de “bom alvitre” perguntar a quantas andam as licenças ambientais da Pedrita e se está autorizada a comer o morro todo.”

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Desove sua opinião aqui