08 maio 2008

Demo lança Dilma à presidência

Para quem achava que a candidata a sucessão de Lula, Dilma Roussef, estava fora do páreo, comprovou ontem que está mais do que nunca candidata. Uma oposição incompetente armou o palco, preparou o script e fez o lançamento da candidata em alto estilo. Sem exceção, a grande mídia reproduziu a resposta firme, elegante e destemida da ministra à pegunta, agressiva e grosseira do senador José Agripino Maia, líder dos Demos no Senado. Na "vitrine", desde cedo da manhã, Dilma respondeu a todas as perguntas que lhe foram feitas. No momento crucial da inquirição, ao entrar no assunto "dossiê", o Demo Agripino fez a cagada!
De uma deselegância atroz, deu a chance de a ministra voltar ao passado dos seus 19 anos (uma menina) e relatar momentos de sofrimento nas mãos de militares torturadores, de seus 3 anos de prisão e, o mais importante, mostrar a sua coragem, lealdade e determinação frente ao que havia se proposto e pelo que lutava. Pronto: precisa perfil que agrade mais o povo que esse? Lealdade, coragem, seriedade e determinação. O Planalto agradece penhorado aos Demos.

07 maio 2008

Pé na estrada...


Caros leitores,
este blog ficará algumas horas fora do ar. Estarei na estrada com destino ao Uruguai. Acredito que logo conseguirei colocar novas notícias e informações "de bordo".
Até...

06 maio 2008

A farsa das inaugurações

A presidenta do Chile, Michelle Bachelet, ficou indignada ao descobrir uma farsa montada por aspones para que ela inaugurasse um hospital. No dia 29 de fevereiro a presidenta inaugurou um hospital, na localidade de Curepto, com camas e equipamentos emprestados além da falsos pacientes. Bachelet chegou, inclusive, a cumprimentar uma paciente grávida que logo em seguida teve que ser transferida para outro hospital pois o inaugurado não tinha condições para atender nascimentos. A farsa custou os cargos de um secretário de saúde e de um governador regional. O campeão destas farsas é o presidente da Venezuela Hugo Chaves. Ha pouco tempo inaugurou uma exposição de gado com vacas emprestadas no interior do país. Aqui, em Santa Catarina, inauguram até compra de latas de tinta para pintar delegacia. Farsa é o que não falta.

Arquitetura cubana! Maravilha!

Este vídeo se chama Cuba Art-Deco Havana & Lecuona. Apresenta belíssimas imagens da arquitetura cubana além de cartazes antigos. Tudo com músicas de Ernesto Lecuona, Josefine Baker, Lecuona Cuban Boys e Plácido Domingo. Vale a pena ver.

video

Blogueira cubana desabafa


"Esta incômoda infância cívica, na qual necessito pedir licença para quase tudo, acaba não se convertendo em maioridade. Antes eram meus pais os que vigiavam para que não engolisse um parafuso ou que não metesse os dedos na tomada elétrica, agora a supervisão vem da parte do Estado. Sob a proteção deste rígido tutor, não existe muito espaço para joguinhos nem para retoços; muito menos para sair sozinha. Me vejo estes dias como um bebê de fraldas, enquanto espero a licença para viajar a Madri para receber o Prêmio Ortega y Gasset. A autorização para voar sábado 3 de maio - Dia da Liberdade de Imprensa - está detida por uma misteriosa Jefatura de Imigración y Extrangería que não me dá explicações. Para essa poderosa instituição sigo sendo uma lactante a quem não avisam quando vão lhe dar uma injeção. Que vontade que tenho de crescer...de fazer-me adulta e que me deixem sair e entrar em casa sem pedir licença!"

Escrito pela blogueira (traduzido livremente por mim) cubana Yoani Sánchez, 32 anos, ganhadora do prêmio Ortega y Gasset de Jornalismo, promovido pelo jornal El País de Madri, Espanha. Yoani, autora do blog Generación Y foi premiada na categoria Jornalismo Digital, pelo "ímpeto com que se incorporou ao espaço global do jornalismo cidadão". Escreve sobre o cotidiano dos cubanos e os problemas enfrentados pela geração nascida e criada durante o regime de Fidel Castro. O site, publicado através de um servidor na Alemanha, registra mais de um milhão de acessos por mês. Ela foi incluída, neste mês, na lista das "100 pessoas mais influentes" do planeta, publicada pela revista americana Time. Não pode sair do país.

Brasil participou de golpe no Chile

A ditadura brasileira ajudou os golpistas de Pinochet a derrubar o governo democrático de Salvador Allende no Chile em 1973. Segundo o general francês Paul Aussaresses, em entrevista à Folha de São Paulo, o Brasil enviou armas, homens e aviões ao Chile. O general era instrutor das Forças Especiais do Exército Americano e atuou como professor no Brasil ensinando técnicas de contra-insurgência e tortura a oficiais brasileiros. Amigo e companheiro de escola de Umberto Gordon, chefe do serviço secreto de Pinochet, Aussaresses chegou ao Brasil logo após o golpe no Chile. Na entrevista o general afirma que o Brasil atuou ativamente no golpe chileno inclusive enviando aviões franceses "com projéteis fabricados na França pela sociedade Thomsom-Brandtà".

Denunciar para quem presidente?

O presidente Lula falou em seu programa semanal de rádio "Café com o Presidente" que se aumentar o preço da gasolina na bomba o consumidor tem que denunciar. Leia o que ele falou:
"Feito um jogo combinado: o aumento com desconto na Cide [Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico] e isso diminui o efeito do aumento. É importante as pessoas ficarem atentas. A gasolina não aumenta nada no posto. Se algum posto estiver aumentando, as pessoas podem denunciar, porque [a gasolina] não aumenta nada e o óleo diesel aumenta 8,8%".
Já estou aliviado. É só denunciar.

TSE mantém processo de cassação de LHS

O advogado do governador Luiz Henrique Viajando da Silveira, João Linhares, acabou criando uma falsa expectativa de que o Tribunal Superior Eleitoral acolheria os recursos da defesa de LHS e arquivaria o processo de cassação do governador. Tiro n´água. Levaram uma lambada de 5 votos a 2. Acho que o João Linhares só falou com o ministro Marco Aurélio Mello.

De Brasília
Ricardo Weg
Com uma derrota por 5 votos a 2, os renomados advogados do governador LHS praticamente viram a “viola em caco”. Quando o ministro Marco Aurélio Mello, presidente do TSE, começou seu voto de defesa do governador, os advogados Alckmin (primo de Geraldo Alckmin e ex-ministro do TSE) e João Linhares, de Santa Catarina, eram só sorrisos. Esperançosos que a vida política do governador estaria a salvo, os advogados se animaram com o discurso do presidente do Tribunal. No entanto, Mello foi praticamente o único ministro a favor; e os advogados viram suas teses perder por 5x2 e o processo de cassação continuar. Além disso, pela decisão de ontem, LHS não poderá incluir nova defesa. A manobra jurídica agora, segundo declarou Linhares após a sessão, é entrar com um novo “embargo de declaração”. Ou seja, vão tentar derrubar mais uma vez a própria decisão do TSE que é a da continuidade do processo. Os únicos que votaram pelo arquivamento do processo foram: Marco Aurélio Mello e o novato no TSE, Félix Fischer. Os demais optaram pela continuidade do processo.

05 maio 2008

SC dividida em Condados. Que chic!

Agora o nosso estado está dividido em Condados. Condados?!!!! É, essa foi da própria lavra do Luiz Henrique Viajando da Silveira nos EUA. Perdeu a noção do ridículo. Quem tem cobertura completa de mais essa viagem de LHS é o blog do Meira Junior Temperos e Apimentadas

O QUE LHS TROUXE
Enquanto nós ficamos por aqui, na tranqüilidade de vivermos num estado moderno, LHS foi para os Estados Unidos. Aqui estávamos mais tranqüilos, cercados de ampla segurança pública e com a certeza de excelente atendimento e internação na rede pública de saúde. Porém, lá nos states, LHS comunicou ao mundo aquilo que nós ainda não sabíamos. O Estado de Santa Catarina está dividido em condados. Ou seja, na visão imperial as tais de regionais são condados. Também lá admitiu que falta “melhorar o controle dos gastos públicos”. Isso mesmo, com a maior cara-de-pau, dito por quem vai de helicóptero para o Centro Administrativo. Teve, ainda, um encontro com Bill Clinton. Como aparecem em pé, deve ter sido rápido e sequer puderam trocar informações sobre a Lewinsky e similares. Mas de concreto mesmo, LHS trouxe como souvenir duas fotografias: uma com Arnold Schwarzenegger e outra com Bill Clinton. Isso ninguém pode negar.

Sensacionalismo da Veja

Acho que a Veja forçou a barra com a sua última capa. Ou é falta de assunto ou está ficando cada pior mesmo. Colocar o "rôlo" do Ronaldo com os travestis como capa é fazer uma abordagem sensacionalista, primária e moralista de uma trapalhada do craque. Na matéria comparam a Ronaldo a Pelé e a Maradona e afirmam que ele optou pelo último. Acredito que Ronaldo está longe de ser um "Maradona" em termos comportamentais. A revista ainda relaciona uma série de acontecimentos na vida do jogador que tenta transformar em escândalos superdimensionando casos banais. Fraca. Beba na fonte.

Internacional 8 x 1 Juventude

Carrossel Colorado é Campeão Gaúcho pela 38º vez

Juiz proíbe Dário de fazer propaganda

Finalmente aconteceu alguma coisa para frear a farra publicitária com dinheiro público. Não é de hoje que alguns blogues vem denunciando o festival de ilegalidades que alimentam a imprensa picareta com verbas publicitárias do governo do Estado e da Prefeitura de Florianópolis.
Agora existe uma decisão proibindo ao prefeito Dário Berger de continuar a fazer propaganda abusiva. Leia abaixo a decisão liminar do Juiz Hélio do Valle Pereira da Unidade da Fazenda Pública da Capital:

"Assim, defiro, por ora, apenas parcialmente a liminar, impedindo que o Município de Florianópolis divulgue qualquer publicidade relacionada a obras ou serviços por ele já realizados. A infração implicará multa de R$ 50.000,00 (cinqüenta mil reais) por inserção. Cite-se o réu Dário Berger para resposta em 20 dias. Cite-se, ainda, o Município de Florianópolis para, querendo, se habilitar na causa, ao lado do autor ou como litisconsorte passivo. De todo modo, no prazo da resposta, deverá informar ao juízo os dados requeridos às fls. 14. Intime-se desde logo o Curador da Moralidade Pública (art. 7º da Lei da Ação Popular). Cumpra-se pelo regime de plantão".

Leia a íntegra na página do Poder judiciário. Beba na fonte.

O berimbau da discórdia

Antonio Natalino Manta Dantas, Coordenador da Faculdade de Medicina da Bahia, que espantou a comunidade acadêmica ao falar barbaridades sobre os baianos acabou renunciando. O professor causou a maior polêmica ao afirmar que os estudantes baianos tinham "déficit de inteligência" em comparação com os outros lugares e que sofriam "contaminação" por causa do sistema de cotas. As declarações intempestivas foram a justificativa que o professor encontrou para o baixo rendimento da Faculdade de Medicina no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).
"Deve haver uma inferioridade do alunado baiano com relação ao de outros lugares. Talvez o baiano tenha déficits com relação a outras populações. Afinal, a prova foi a mesma em todo o País." Segundo o professor Dantas, que é baiano, a tal inferioridade de inteligência justificaria, entre outras coisas, o baixo desenvolvimento sócio-econômico do Estado, "apesar das grandes riquezas naturais", a popularidade do berimbau, um dos símbolos da Bahia,"o típico instrumento de quem tem poucos neurônios", e a música de grupos tradicionais, como o Olodum, que ele qualificou como "barulho".
Pronto, dito isso, arrumou pra cabeça. Foi tocar tão logo na música, no berimbau e no Olodum, os mimos baianos. Acho que o professor se passou nos comentários mas que os baianos bem que poderiam nos livrar do axé music poderiam.

Revelações sobre a guerrilha do Araguaia

Matéria do Jornal do Brasil vem com revelações inéditas sobre a Guerrilha do Araguaia. Segundo matéria o jornalista Vasconcelos Quadros as fichas dos guerrilheiros do PC do B estavam todas apostadas no companheiro Osvaldo Orlando da Costa, o Osvaldão (foto). Comandante negro, com mais de dois metros de altura, morto em 1974, Osvaldão, durante mais de 10 anos esquadrinhou a região onde a guerrilha se instalou. Engenheiro metalúrgico e de minas, com formação militar, era o mais preparado do grupo e, segundo a matéria, era proprietário de uma empresa que explorava minério onde hoje está a Vale do Rio Doce. O exército matou cerca de 59 combatentes do PC do B entre 1972 e 1975. A estratégia dos comandantes guerrilheiros era criar um território independente que seria sustentado com as minas de ouro, diamante, cristais e o manganês do subsolo das serras da confluência entre Pará, Tocantins e Maranhão. Beba na fonte.

O mundo das esculturas de Brusque

Marco Galafassi - Itália / Italy Obra: “Rocks, Stars and Beduis” - VII Simpósio 2007

Estão abertas as inscrições para o VIII Simpósio Internacional de Escultura que acontece em Brusque/SC desde 2001. O Simpósio, criado pelo escultor argentino radicado no Brasil Alfi Vivern, reúne artistas do mundo inteiro que durante 30 dias esculpem suas obras em grandes blocos de mármore. As esculturas, depois de prontas, acabam integrando o Patrimônio Histórico e Cultural do Município. A cada edição uma personalidade do mundo das artes é homenageada e cria esboços de desenhos que serão esculpidos pelos artistas. Já foram homenageados o italiano Gio Pomodoro, o arquiteto Oscar Niemayer e a artista plástica Tomie Ohtake. Para saber mais beba na fonte.

04 maio 2008

Predadores da imprensa livre

Saiu a lista dos "predadores da imprensa livre". Contém 39 nomes e é feita pela Organização dos Repórteres Sem Fronteiras (RSF). Alista foi divulgada no Dia Mundial da Liberdade e Impresa, comemorado ontem, sábado.
No rol dos "predadores" estão as forças de defesa israelenses e as de segurança da Autoridade Nacional Palestina (ANP), assim como o braço armado do movimento islâmico palestino Hamas. O ex-comandante cubano, Fidel Castro, finalmente deixou a lista. Mas não por ter parado de perseguir a imprensa e sim porque passou o poder a seu irmão Raúl. Há sete anos que a entidade publica o rol com nomes de políticos, chefes de milícias, de grupos armados e de cartéis da droga, que atacam diretamente" os jornalistas ou "ordenam a seus subordinados que o façam". Das Américas temos Raúl Castro, o chefe paramilitar colombiano Diego Fernando Murillo Bejarano, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), e os cartéis de droga mexicanos.

Sinal dos tempos

Achei muito legal a abertura da Parada Gay (3º Parada da Diversidade), acontecida ontem, na Beiramar Norte em Florianópolis. Embora tenha começado com uma hora de atraso, devido à chuva, a parada reuniu milhares de pessoas e teve abertura com apresentação da Banda da Polícia Militar. Sinal de melhores tempos. A polícia Militar, em outros tempos, era encaregada de reprimir manifestações gays. Aqui em Florianópolis tivemos, nos anos 80, exemplos de casos de perseguições a homossexuais por grupos de jovens e maus tratos por parte da polícia. Felizmente tudo isso acabou e hoje a PM, em uma demontração de crescimento e adaptação aos novos tempos não só aceita como prestigia a diversidade de comportamento. Parabéns.

Moeda Verde pode virar Pizza Verde

Para refrescar a memória, fotos de alguns dos indiciados na Operação Moeda Verde. Dário Berguer (Prefeito), Juarez Silveira (vereador cassado), Marcílio Ávila (Ex-vereador) e Fernando Marcondes de Mattos (Costão do Santinho)

A tão ilustrativa Operação Moeda Verde, da Polícia Federal, que encarcerou empresários, políticos e servidores de orgão ambientais de Florianópolis caminha célere para um desfecho tipo "pizza verde". Ilustrativa porque retirou o verniz de personalidades públicas alardeadas como honestas, honradas e mais um monte de baboseiras que a mídia inventa e badala tipo "gente de primeiro mundo", e mostrou o lado negro dessa elite.
A operação da PF, que trancafiou a quadrilha acusada de crimes ambientais e corrupção ativa e passiva, teve total apoio da sociedade sem privilégios, e a instituição surge como a grande vingadora das vítimas daqueles que tudo podem e tudo fazem. Policiais federais eram recebidos com buzinas e cumprimentados pelas ruas com sinais de positivo, numa aprovação total pela operação.
Na época, indo contra a opinião popular, o governador Luiz Henrique Viajando da Silveira interferiu em defesa do seus amigos, "há muito de pirotecnia federal nisso", afirmou. Fez até jantar de desagravo, estratégicamente fácil já que a prisão da PF é ao lado do Palácio Residencial. Jantaram e provavelmente arrotaram em cima dos "que querem o atraso da cidade", como costumam tratar a pessoas que tem preocupações com o meio-ambiente e com o desenvolvimento racional de Florianópolis.
Bem, a Operação está de aniversário, dia 3 de maio fez um ano, alguns crimes podem prescrever e o processo, até agora, não tem posição oficial do Ministério Publico.
Como podem ver os tais "primeiro mundistas" não são fracos não. Saíram da prisão e continuaram a tocar a suas vidinhas. Continuam com seus empreendimentos ilegais a todo o vapor. Tanto o Costão Golfe como o Il Campanário estão de pé e com propagandas de venda na TV. Apenas dois vereadores perderam o mandato. Mas mal não ficaram pelo que se soube das gravações da PF e do nível de negociatas que tinham com os empresários. É isso aí: "quem pode mais chora menos".

Os 54 indiciados na Operação Moeda Verde:
Adir Cardoso Gentil - Corrupção passiva
André Luiz Dadam, ex-funcionário comissionado da Fatma -Formação de quadrilha, corrupção ativa e subtração ou inutilização de livro ou documento
Andréa Hermes da Silva - Falsidade ideológica
Alexandre Confúcio de Moraes e Lima - Formação de quadrilha
Amilcar Lebarbenchon da Silveira - Falsidade ideológica
Apoena Calixto Figueroa, fiscal do Ibama - Artigo 68 da Lei 9.605/98
Aurélio Paladini - Corrupção ativa
Aurélio Remor - Advocacia administrativa e porte ilegal de arma
Carlos Franco Amashta, ex-empreendedor do Floripa Shopping - Falsidade ideológica
Carlos Roberto de Rolt, secretário de Finanças de Florianópolis - Crime contra administração pública e o meio ambiente, não tipificado no despacho da JF, e formação de quadrilha
Cassiano Luz Monguilhott, da empresa Meridiano - Artigo 40 e artigo 50 da lei 9.605/98
Clóvis Alexandre Feller - Formação de quadrilha
Dário Berger, prefeito de Florianópolis - Crime contra a administração pública e o meio ambiente, corrupção passiva, advocacia administrativa, falsidade ideológica e formação de quadrilha
Dilmo Berger - Corrupção passiva
Edelberth Adam - Crime contra a administração pública e o meio ambiente e prevaricação
Fernando Marcondes de Mattos, dono do Costão do Santinho Resort - Corrupção ativa
Fernando Tadeu Soledad, diretor do grupo Habitasul - Corrupção ativa
Francisco Rzatki, ex-superintendente da Floram - Crime contra a adminsitração pública e o meio ambiente e formação de quadrilha Gilson Junckes, empreendedor do Hospital Vita - Corrupção ativa
Hélio Scheffel Chevarria, diretor do grupo Habitasul - Corrupção ativa e artigos 40 e 50 da lei 9.605/98
Heriberto Hülse Neto, funcionário da Fatma
Hudson Paulo da Silva - Corrupção ativa
Ildo Rosa, diretor-presidente do Ipuf, secretário municipal da Defesa do Cidadão e delegado licenciado da Polícia Federal - Crime contra a administraçãopública e o meio ambiente, formação de quadrilha e advocacia administrativa
Itanoir Cláudio, assessor de gabinete do ex-vereador Juarez Silveira - Crime contra a administração pública e o meio ambiente, formação de quadrilha e corrupção passiva
Jaime de souza, procurador-geral de Florianópolis - Crime contra a administração pública e o meio ambiente e artigo 68 da lei 9.605/98
Jânio Wagner Constante - Formação de quadrilha
José Newton Alexandre - Advocacia administrativa Juarez Silveira, ex-vereador - Crime contra a administração pública e o meio ambiente, artigos 38, 64 e 67e 68 da lei 9.605/98, corrupção passiva, tráfico de influência e advocacia administrativa
Lauro Santiago Fernandes, arquiteto do Ipuf - Crime contra a adminsitração pública e o meio ambiente, corrupção passaiva e formação de quadrilha
Leandro Adegas Martins
Lírio José Legnani, diretor do Ipuf -Crime contra a administração pública e o meio ambiente, formação de quadrilha e advocacia administrativa
Marcelo Vieira Nascimento, funcionário da Floram
Marcílio Guilherme Ávila, ex-vereador e ex-presidente da Santur - Advocacia administrativa e prevaricação
Margarida Milani Quadros - Corrupção ativa Mário Altamiro Viera Alano
Marli Joner da Silveira - Falsidade ideológica
Mozzara Lenzi - Falsidade ideológica
Newton Luiz Cascaes Pizzolatti - Formação de quadrilha
Odilon Furtado Filho, ex-diretor da Susp - Co-autor de corrupção ativa, ou seja, pagar propina
Oracil Robson Nascimento - Corrupção ativa
Paulo Cézar Maciel da Silva, dono do Shopping iguatemi - Corrupção ativa
Paulo Orofino
Paulo Toniolo Júnior, dono da DVA Veículos - Corrupção ativa e artigos 48 e 50 da lei 9.605/98
Percy Haensch
Péricles Druck, presidente do grupo Habitasul - Corrupção ativa
Renato Joceli de souza, secretário de Urbanismo e Serviços Públicos - Crime contra a administração pública e o meio ambiente, advocacia administrativa, corrupção passiva e formação de quadrilha
Rodolfo Sigried Matte Filho - Crime contra a adinistrãção pública e o meio ambiente e falsidade ideológica
Rodrigo Bleyer Bazzo - Tráfico de influência e corrupção passiva
Rubens Bazzo, ex-diretor da Susp - Corrupção passiva e prevaricação
Sebastião Davi Machado - Crime contra a adminsitração pública e o meio ambiente, corrupção passiva e prevaricação
Sérgio Lima de Almeida
Tatiana Filomeno Vaz - Falsidade ideológica